EMEI Jardim Monte Belo – um lugar pra ser feliz!

Posts marcados ‘Roda de Conversa’

BICHINHOS DE JARDIM – BEM PERTINHO DE MIM! – PARTE FINAL

Por Professora Karina Cabral

Última e emocionante parte do projeto que envolveu as crianças do 6C e me encheu de orgulho! Estou muito feliz em dividir isso com vocês…

DIÁRIO DO PROJETO – DIA 37 – 21 DE NOVEMBRO DE 2011

Atividades – Vídeo informativo – Leitura Informativa – Editoração

Hoje lemos o texto feito pelo grupo dos formigões. Todo mundo achou muito legal!

A Karina disse que agora que estamos craques em identificar, selecionar e guardar informações, podemos apressar o passo e concluir o nosso calendário – até porque estamos correndo contra o tempo, e ainda falta todo o trabalhão de imprimir, colar, terminar a arte final e entregar o nosso querido calendário de bichinhos de jardim para 2012.

Hoje começamos o estudo sobre o bicho-pau, que é o último inseto do nosso calendário ( o tatuzinho e o caracol não são insetos ). A Karina mostrou o vídeo da nossa visita ao instituto biológico, quando a Flávia falou sobre o bicho-pau pra gente.


Depois vimos um vídeo do nosso amigo biólogo barbudo ( Papai Noel – o nome dele é Martin Galloway, hoje apareceu escrito! ), que falava sobre mimetismo no jardim. Depois, retomamos as informações, e dessa vez a Karina quase não usou as anotações dela… Porque lembramos de falar quase tudo:

  • O bicho-pau tem esse nome porque parece um pedaço de pau…
  • Ele faz isso para se proteger dos predadores – é uma característica de alguns bichos. Ele se disfarça de pauzinho. Esse ato se chama camuflagem – se esconder fazendo de conta que é uma outra coisa, tentando enganar o inimigo;
  • O bicho-pau macho voa… A fêmea não;
  • Ele não consegue voar muito bem, voa baixinho e fraquinho;
  • A fêmea é um pouco maior porque carrega os ovos no abdômem;
  • Ela coloca muitos ovos, uns 10 todos os dias; e depois de uns 5 meses, eles eclodem e nasce a larva do bicho-pau;
  • Eles comem folhas de goiabeira e outras árvores frutíferas bem cheirosas;
  • Mimetismo é um ato de tentar imitar e parecer ser o que não é; os bichos são craques nisso!
  • As criaturas tendem a imitar as plantas para se proteger, e também para atacar sem serem percebidos;
  • Quando o passarinho vem, o bicho-pau fica parado, parecendo uma estátua; e ele é tão esperto que quando tem vento nos galhos, ele balança junto para o passarinho não desconfiar;
  • Algumas lagartas também imitam pedaços de pau, e algumas traças também;
  • Alguns insetos usam o mimetismo para parecer ser mais perigosos do que são – algumas moscas podem parecer vespas ou abelhas, que têm ferrão; e algumas lagartas fingem ser cobras;
  • Isso é uma prova de que os seres vivos – animais e plantas – interagem entre si;
  • Alguns insetos se camuflam para ser predadores, como o louva-a-deus e sapos;
  • Criaturas também imitam sons, posturas e até cheiros de outras.

Depois fomos para a sala, mas estamos com um problema – quase não temos material escrito sobre o bicho-pau! A Karina disse que ia pesquisar um pouco mais na internet e trazer pra gente amanhã, para que possamos já desenhá-lo e fazer o quarto texto do nosso calendário.

Hoje a Karina começou a montar as folhas finais do calendário, especialmente a de desenhos. Quem quis ajudar, na hora dos cantinhos, sentou com ela e foi recortando os desenhos e escolhendo para compor a folha do calendário. Aí a Taisla nos lembrou de uma coisa importante – nos livros e revistas, quando tem uma imagem, logo abaixo dela tem uma frase explicando o que aquela imagem quer dizer. A Karina disse que esse pequeno texto se chama “legenda”, e que podemos, sim, colocar algumas para que quem vai ler o nosso calendário consiga ver melhor o que quisemos dizer com aquela imagem. Muito bem sacado, Taisla!

DIÁRIO DO PROJETO – DIA 38 – 22 DE NOVEMBRO DE 2011

Atividades – Leitura Informativa – Vídeo Informativo – Desenho – Escrita de texto – Escrita de Títulos – Editoração

Essa coisa de internet tem quase tudo mesmo! A Karina achou dois vídeos bem legais sobre o bicho-pau – um mostrava um museu SÓ para o bicho-pau, que tinha um criadouro até com berçário! E outro mostrava um monte de bicho-pau dançando, e também eles namorando… Nós morremos de rir!

Na sala, nós lemos o material que a Karina conseguiu na internet sobre o bicho-pau. Se a gente tivesse internet na escola para as crianças, nós mesmos poderíamos ter pesquisado…

Nesses textos e imagens, nós aprendemos que o bicho-pau é muito inofensivo, aprendemos detalhes sobre o tempo de vida, a reprodução e a alimentação deles e também que eles, ao contrário da maioria dos insetos, não fazem pupa… Já nascem ninfos, no formato de bicho-pau mesmo – só que bebês.

Depois, na sala… Hora de escrever e desenhar! O grupo formado pela Elisa, Kelve, Letícia, Vinícius e Murilo sentaram com a Karina e relembraram as informações sobre o bicho-pau. Ficou um texto bem bacana! E enquanto isso, o resto da turma ia fazendo os desenhos… Bem caprichados. Desenhar o bicho-pau é bem facinho… É um graveto com patinhas e antenas! Mas a Karina explicou que o nosso desenho tem que mostrar aquilo que a gente aprendeu… Tanto o texto como os desenhos ficaram bons, e a Karina falou que a gente tá ficando craque também em trabalhar em grupo… Porque um está aprendendo a ajudar o outro nas tarefas do projeto. Por exemplo, hoje todo mundo ajudou o Maycon a desenhar, e um ajudava a corrigir o desenho do outro quando faltava algum detalhe…

As crianças do grupo e outras que quiseram ajudar fizeram os títulos dos meses e escreveram o nome do bicho-pau.

Na hora dos cantinhos, algumas crianças sentaram e ajudaram a colar as legendas e desenhos na folha do calendário que vai ser impressa… Ficou pronto o dos quatro bichos que já fizemos – joaninha, borboleta, formiga e bicho-pau. Ficou muito legal! Agora é só imprimir e começar a colar.

Apareceu um besouro preto no refeitório, bem parecido com o que vimos no Instituto Biológico!

DIÁRIO DO PROJETO – DIA 39 – 24 DE NOVEMBRO DE 2011

Atividades – Leitura Informativa – Roda de Conversa – Editoração

Depois de um dia de descanso… Mudamos de bicho! Agora vamos falar do caracol. Mas… De novo, estamos com problemas. Apenas um livro tinha informações bem curtinhas sobre o caracol. Fora isso, só o texto que a mãe da Rafaela achou na internet. Todo mundo achou que só isso não ia dar conta de fazer um texto legal sobre o caracol… Então a Karina vai novamente pesquisar um pouco na internet e amanhã trazer material pra gente conseguir terminar mais essa etapa. Acabamos ficando bem exigentes na hora de pesquisar! Que legal!

Fizemos uma roda de conversa para observar o trabalho que já está feito e o que falta fazer. Vimos as folhinhas prontas do calendário ( desenhos ), a folha com o quadro dos meses e os textos, e também com os nomes de quem fez o texto, assinadinhos. Já dá pra começar a imprimir e colar as folhas prontas! Temos que pensar em uma maneira de prender as folhas sem atrapalhar o jeito de colocar o calendário na parede… Todo mundo ficou de pensar pra ter uma ideia, porque já vimos que grampear, colar com cola ou qualquer tipo de fita, não dá certo… Estragaria o calendário na hora de usar.

Nós também fizemos uma lista das pessoas que queremos presentear com o nosso calendário. A Rafinha acha que devemos dar para as professoras porque elas vão precisar para ver os dias com os alunos e aprender sobre os bichos de jardim; a Ludmila acha que precisamos dar pra Meire, pra Regina, pra Ana e pra Paula, porque elas ajudaram a fazer a excursão, fazer bilhetes, e ajudaram a gente no projeto. A Taisla quer dar um para a professora Valéria. E o Murilo falou que precisamos dar para as meninas que cuidam do lanche, porque elas sempre ajudam a pegar bichinhos quando aparece, e trouxeram material pra nós. O Wanley também falou que a gente devia levar láááá no Instituto Biológico um calendário pra Flávia e pro Dênis. A Karina achou uma ideia bem legal, e disse que não dá pra levar até lá, mas podemos mandar pelo correio – o carteiro vai no nosso lugar e deixa o calendário lá pra gente. E olha que interessante… O pai da Rafa trabalha nos Correios! Quem sabe ele pode ajudar a gente. A Rafa vai perguntar pra ele como faz para que o calendário chegue no Instituto Biológico.

Deixamos a lista de presenteados para contar quantas folhas precisamos imprimir e também pra não esquecer de entregar quando estiver pronto. Tá ficando quase pronto! Que legal!

DIÁRIO DO PROJETO – DIA 40 – 25 DE NOVEMBRO DE 2011

Atividades – Leitura Informativa – Vídeo Informativo – Desenho – Escrita de texto – Escrita de Títulos

Vimos hoje o material que a Karina trouxe sobre o caracol. Ele não é um inseto ( portanto, não tem 6 pernas, nem duas antenas ), e sim um molusco. E por isso, bem diferente dos outros bichos! Vimos o vídeo do biólogo barbudo, Papai Noel. O vídeo era sobre sapos e lesmas… E o caracol é um tipo de lesma! As coisas que nós aprendemos no vídeo:

  • Lesmas não gostam de frio e comem brotinhos de planta, bem viçosos e gostosos…
  • Os sapos adoram comer lesmas como o caracol, mas se não tiver a concha, melhor ainda.
  • Lesmas se multiplicam muito rápido, e tem muitos filhotes;
  • Tem uma lesma bem grande que chama lesma banana, porque é amarela! Existem lesmas de vários tamanhos e cores; e também muitos tipos diferentes de conchas;
  • Elas vivem mais ou menos um ano;
  • A boca delas parece uma faca afiada, elas tem presinhas, como se fossem pequenos dentes, e isso faz com que roam folhas bem rápido;
  • Elas gostam de comer folhas, fungos e os cocôs de todo bicho que vêem pela frente;
  • Transformam tudo isso em cocô que vira fertilizante para as plantas, e por isso ajudam o jardim – elas fazem muito cocô!;
  • Elas carregam sementes de gengibre e samambaia, e ajudam as plantas a brotar;
  • Cobras, aranhas, louva-a-deus e sapos adoram comer lesmas;
  • As lesmas liberam um tipo de gosma ao serem comidas, por isso não são muito apreciadas como alimento por outros bichos;
  • Ela só solta esse líquido quando quer – tem controle sobre ele;
  • Elas não têm pernas, por isso soltam um visco que as ajuda a deslizar, e assim, não se machucar; essa trilha que o visco forma ajuda as lesmas a se localizarem e acharem outras lesmas para acasalar, como se fosse um caminho de pedrinhas da história do João e Maria;
  • Não existe macho ou fêmea nessa espécie – como as minhocas, são hermafroditas – são tanto machos como fêmeas;
  • Depois de namorar, elas precisam tomar cuidado para se soltar da outra, porque ficam muito grudadas, e ficam muito tempo namorando!;
  • No frio, as lesmas adultas acabam morrendo sem comida…

Depois do vídeo, nós lemos alguns textos da internet sobre caracóis, e vimos algumas figuras. Descobrimos que eles são surdos ( não tem audição ), mas tem quatro chifres – dois maiores, onde na ponta estão os olhos deles, e dois embaixo, onde estão os narizes. Os caracóis tem a conchinha de calcário por fora do corpo, e podem ser bem grandes ou pequenos… Passam mais de 10 horas grudados, acasalando, e conseguem colocar ovos em buraquinhos, de onde vão sair novos caracóis bebês, já no formato dos adultos… Só que pequenos. É bem interessante o bicho caracol!

Depois, foi a vez de fazer os grupos de trabalho. A Rafaela, a Raissa, o Julio Cezar, a Sandra e o Jandilson foram os responsáveis por fazer um texto bem bacana sobre o caracol. No fim, juntamos muitas informações e ficou um texto ótimo. Os desenhos também ficaram caprichados!

O pai da Rafaela disse que vai ajudar a gente a colocar o pacote do Instituto Biológico no correio. E tá ficando tudo quase pronto!

DIÁRIO DO PROJETO – DIA 41 – 29 DE NOVEMBRO DE 2011

Atividades – Leitura Informativa – Escrita de texto – Escrita de Títulos

Ontem fizemos um passeio incrível para a Sitiolândia! E hoje… Voltamos ao trabalho!

Hoje a professora Carolina deu uma força para imprimir as folhas do calendário, mas ficou meio complicado, porque o computador ficou cansado de tanto fazer folhas e não deu pra colar.

Lemos o texto sobre o caracol, e mudamos de bicho – o último! Agora vamos falar do tatuzinho-de-jardim, ou tatu-bolinha, que também não é um inseto… E sim um crustáceo!

Temos algumas coisas nos livros, mas não temos vídeos… A Karina não achou nenhum interessante sobre os tatuzinhos, só um do Cocoricó. E no Instituto Biológico, não falamos sobre ele… Dessa vez nossa pesquisa vai ser só de leitura mesmo. Mas não tem problema, porque além dos textos, os tatuzinhos foram os bichos que mais observamos no terrário… Vimos os grandes, os pequenos, vimos até um trocando de pele… Então ficou fácil ir lendo os textos e ir lembrando sobre eles. A Karina falou que um jeito que os cientistas usam para estudar é esse mesmo… A observação, ou seja, olhar bem atentamente e lembrar do que viu para anotar…

A Taisla, o Pedro, a Giovanna, o João Vítor e o Daniel sentaram para fazer a escrita de títulos dos meses e o texto sobre o tatuzinho. Enquanto isso, as outras crianças desenharam… E ficou muito bom o nosso trabalho! Ufa, o último bicho!

Foi dia também de dar uma organizada no material de pesquisa e devolver coisas que pegamos emprestado. Muita gente emprestou livros, materiais e calendários, e nós devolvemos, agradecendo bastante por terem ajudado o nosso trabalho.

Na hora dos cantinhos, quem estava afim sentou com a Karina pra fazer as legendas e selecionar as imagens para fazer as folhas finais que serão digitalizadas e impressas para montarmos o calendário.

Agora falta bem pouquinho pra acabar as aulas… E também pra ver tudo pronto.

DIÁRIO DO PROJETO – DIA 42 – 30 DE NOVEMBRO DE 2011

Atividades – Editoração – Roda de Conversa – Produção de Texto Oral com Destino Escrito – Vista do Diário

Hoje sentamos pra uma roda de conversa muito especial…

Nós vimos as folhas do calendário prontinhas… Todo os textos e todos os desenhos, com legendas… E todo mundo achou muito lindo! Finalmente vimos tudo pronto… E a Karina está imprimindo as folhas pra poder colar e finalmente levar o calendário pra casa. Maravilha!

Além do calendário pronto, pegamos o diário do projeto, que está no blog da escola e no livro colorido. A Karina foi mostrando as fotos, desde o primeiro dia… E lendo alguns pedaços, mostrando o nosso caminho até aqui. Foi uma leitura muito legal essa, porque era a nossa vida ali no livro… Vimos passo a passo, quanto trabalho nós tivemos até que o calendário ficasse pronto. Aí entendemos como é importante fazer um diário… E como é importante trabalhar todo mundo junto!

Aí… Pra finalizar, falamos sobre a capa do calendário. Ela tem que ter um texto, explicando para quem vai receber o que é o calendário, e como ele foi feito. E esse é um texto que faríamos todos juntos. A Karina pegou o notebook dela e começamos a falar. A carta ficou assim:

OI! VOCÊ ESTÁ RECEBENDO UM CALENDÁRIO PARA O ANO DE 2012. SE VOCÊ PRECISAR SABER OS DIAS DO ANO, DA SEMANA, E OS MESES… ELE VAI TE AJUDAR! TAMBÉM TEM OS FERIADOS, PARA SABER OS DIAS DE DESCANSO, E OS DIAS DE AULA OU TRABALHO.

MAS É UM CALENDÁRIO MUITO ESPECIAL, PORQUE FOMOS NÓS QUE FIZEMOS. NÓS, QUE SOMOS DA EMEI JARDIM MONTE BELO, DA SALA 6C. É UM CALENDÁRIO ONDE VOCÊ VAI PODER APRENDER BASTANTE SOBRE OS BICHINHOS DE JARDIM.

PARA FAZER ESSE CALENDÁRIO, NÓS PRECISAMOS ESTUDAR MUITOS CALENDÁRIOS PARA APRENDER COMO ERAM OS MESES, E OS DIAS, E TIVEMOS QUE ESCREVER OS NÚMEROS, E OS NOMES DOS MESES.

NÓS PESQUISAMOS SOBRE OS BICHOS DE JARDIM – EM LIVROS, NO INSTITUTO BIOLÓGICO, NAS REVISTAS, NA INTERNET, E NOS VÍDEOS INFORMATIVOS. FORAM MESES DE MUITO ESTUDO, ONDE APRENDEMOS COMO OS BICHINHOS SÃO, O QUE ELES FAZEM, O QUE ELES COMEM, QUANTO TEMPO VIVEM, COMO NAMORAM… E MUITAS OUTRAS COISAS! DEPOIS NÓS ESCREVEMOS TEXTOS, TÍTULOS, E FIZEMOS DESENHOS CIENTÍFICOS, TUDO PARA QUE VOCÊ PUDESSE SABER O QUE NÓS APRENDEMOS!

NÓS ESCOLHEMOS FALAR NO CALENDÁRIO SOBRE AS FORMIGAS, O CARACOL, AS JOANINHAS, AS BORBOLETAS, O BICHO-PAU E O TATUZINHO. MAS NÓS LEMOS E APRENDEMOS SOBRE MUITOS OUTROS BICHOS, E SE VOCÊ QUISER SABER… É SÓ FALAR CONOSCO!

NÓS AINDA ESTAMOS APRENDENDO A LER E ESCREVER, E POR ISSO ALGUMAS LETRAS E NÚMEROS PODEM TER SAÍDO ERRADO. NOS DESCULPE!

OBRIGADO, FELIZ ANO NOVO E UM ABRAÇO BEM GRANDE!

TCHAU!

CRIANÇAS DO 6C E PROFESSORA KARINA

Aí todo mundo que quis ajudar a desenhar a capa sentou em uma mesa e começou a desenhar muitos, muitos bichinhos. Outros iam recortando, outros escrevendo, e a Karina foi colando e montando… Foi legal e ficou bem bonito!

A Ludmila falou que estava sentindo uma emoção de felicidade ao ver o calendário ficando pronto, e o pessoal da mesa concordou… A Karina disse que também sentia o mesmo, e que isso era o prazer de ver um trabalho realizado com nosso esforço ficando pronto… Muita alegria!

DIÁRIO DO PROJETO – DIA 43 – 02 DE DEZEMBRO DE 2011

Atividades – Editoração

Muitas, muitas folhas sobre a mesa… Um dia de frio e chuva, poucas crianças vieram, mas começamos o trabalho de montar as folhas finais do calendário. A primeira fase é colar a folha do desenho com a folha de texto… A segunda parte é organizar as folhas para que cada calendário fique na ordem certa e não fique torto. A terceira parte é furar as folhas com uma máquina chamada encadernadora… E a última parte é colocar o espiral.

Parece fácil, mas não é – precisa passar pouca cola, colar certinho, bem retinho… E depois prestar a maior atenção para não confundir a ordem das folhas, porque senão a pessoa não vai poder usar o calendário direito – primeiro a capa, depois janeiro e fevereiro, março e abril… E assim até a última folha.

No começo, foi difícil, mas depois pegamos o jeito e ficou mais fácil. Colamos muitas folhas, porque além dos calendários de cada um, tinha o de quem tinha faltado e também o das pessoas que a gente vai presentear… No fim, foram muitos calendários!

Todo mundo estava bem alegre, porque finalmente vimos o calendário pronto… E a partir dele, dá pra relembrar tudo que fizemos! E agora… É só esperar a próxima semana, quando vamos levar o calendário pra casa e entregar para as pessoas. Yupi!

DIÁRIO DO PROJETO – DIA 45 – 06 DE DEZEMBRO DE 2011

Atividades – Vista do Diário – Entrega do Calendário – Encerramento do Projeto

Um dia muito feliz! O nosso projeto acaba hoje…

A Karina, com a ajuda da Professora Carolina e outras pessoas, terminou os calendários e então foi hora da entrega…

A Karina fez uma super roda de conversa pra finalizar o projeto. E nessa roda, ela foi falando tudo que ela tinha visto a gente aprender: ouvir a leitura de textos informativos, ver vídeos, colher informações, observar, fazer anotações, analisar calendários, escrever letras e números, fazer desenhos científicos, escrever e ler títulos… E principalmente, tudo que aprendemos sobre os bichinhos de jardim. E foi muita coisa!

Falamos também sobre como entregar o calendário. E ela disse que precisávamos explicar duas coisas para quem ganhasse o presente – para que o calendário servia… E como ele foi feito. As crianças foram falando e combinamos de ir direitinho, sem atrapalhar as pessoas no trabalho delas.

Primeiro, separamos o de cada criança da sala, colocando os nomes de todos os amigos. A Raíssa falou que ficou legal ter sido em preto e branco, assim a gente pode pintar…

Depois, pegamos a nossa lista de presenteados e começamos a distribuir… Para a diretora, as professoras, as agentes escolares, merendeiras, auxiliares de limpeza… Todo mundo ia ganhando e ficando feliz!

Na hora de ir embora, todo mundo pegou o seu e foi levando… E foi uma alegria bem grande.

A Karina disse que ficou mega feliz com esse projeto, e que todas as crianças estavam de parabéns… E disse também que ia contar para os pais na reunião tudo que nós fizemos, pedindo para que eles valorizem o nosso trabalho.

E assim terminou o nosso projeto! Esperamos que você que vai ler isso também tenha gostado e aprendido tanto quanto a gente. :-)

 

Nuvem de tags

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.